Estátua em Lisboa, onde se localiza e como se chama?

Estátua em Lisboa, onde se localiza e como se chama?

Estátua em Lisboa, onde se localiza e como se chama?

Olá, consegue localizar esta estátua em Lisboa? Se sim, diga-nos onde está e como se chama.

Pode responder inserindo um comentário na zona reservada para o efeito.

Como de costume, os seus comentários serão exibidos em baixo imediatamente antes de publicarmos o próximo passatempo.

Entretanto, pedimos que partilhe o nosso site https://www.montesevales.net/ ou a nossa página de Facebook https://www.facebook.com/Montes-e-Vales-106330939387773 com amigos e família. É um pequeno gesto para si, mas muito importante para nós.

Obrigado pela sua participação nos nossos passatempos,

David Monteiro

Montes e Vales

Calendário de Eventos
Página Facebook Montes e Vales
Conta Instagram Montes e Vales
Canal Youtube Montes e Vales

A utilização de um Peddy Paper como ação de teambuilding.

Os nossos clientes dizem que a utilização dos nossos Peddy Paper como ação de teambuilding tem resultado positivo e, por quanto assistimos nos eventos, acreditamos que assim seja.

Estes eventos são fáceis de contratar, são previsíveis em termos de horários/resultados, económicos e, em última instância, muito divertidos.

O que são os Peddy Papers?

São jogos por equipas que assentam no objetivo de cumprir um determinado percurso pedestre que se descobre através da leitura e descodificação de um road-book.

Atenção: os programas Montes e Vales pertencem a novas gerações desta tipologia de eventos. São programas animados e com ar fresco.

Todos os Peddy Papers Montes e Vales têm um tema de fundo, tal como é o caso do Peddy Paper Elevadores de Lisboa.

O facto de ter um tema de fundo, não quer dizer que o programa só tenha perguntas e tarefas relacionadas com o dito tema. Quer dizer que o tema serve de mote e na sequência do tema ou da rota a percorrer, podem surgir outros motivos de interesse.

Estes eventos são divididos em etapas e entre as etapas, dependendo do caso concreto, podem existir jogos que reúnem todos os participantes em grande animação ou podemos aproveitar o momento para descanso.

Desta forma, os participantes podem usufruir de atividade física ligeira, breves momentos culturais mas também terem oportunidades de convívio.

Pode consultar o nosso canal de Youtube para ver alguns desses momentos. Aceda aqui.

Registe-se no site

Insira o seu endereço de email em baixo para poder receber gratuitamente atualizações do site.

Depois de inserir o seu endereço de email, irá receber uma mensagem na sua caixa de mensagens para poder confirmar o seu registo. Pedimos que confirme, pois se não confirmar, o seu registo não ficará activo.

Queremos que esteja sempre connosco mas se algum dia quiser cancelar o seu registo, também poder fazê-lo a qualquer momento.

Não hesite em nos contactar em caso de dúvida.

8 Replies on “Estátua em Lisboa, onde se localiza e como se chama?

  1. MI que uma estatua acho que é a fonte dos anjinhos no Rossio. Teria que ser um bebedouro mas me parece que foi desativado há muito tempo.

  2. Bom dia,

    Parabéns, está certo 🙂 a estátua que aparece na fotografia pertence a um bebedouro localizado no Rossio, em Lisboa e é conhecido por vários nomes: Fonte dos Anjinhos, Fonte Wallace, …

    Sobre o dito bebedouro pode-se ler:
    “Outro tipo de bebedouro que apareceu em Lisboa na segunda metade do século XIX era de origem francesa e tinhas características homólogas à famosa fonte francesa, a Fontaine Wallace, e era conhecida pela “Fonte dos Anjinhos”. Colocada na Praça D Pedro IV, foi produzida pela fundição Sommevoire, como consta na sua marca (Ilustração 127), e julgamos que a data da sua colocação terá sido posterior ao ano de
    1882, por ocasião da transformação dos passeios laterais da praça, a 17 de Maio de 1882, onde era proposto para a parte central da Praça, uma nova distribuição para os candeeiros que ali se encontravam.”
    in http://www.tdx.cat/bitstream/10803/316775/1/SILVIA_BARRADAS_TESE.pdf

    Como sempre, erguemos a nossa taça à primeira resposta correcta 🙂

    Caso tenha alguma outra informação sobre o assunto que queira partilhar, pedimos que o faça.

    Entretanto, esperamos que tenha um excelente dia e, como sempre, contamos com a sua participação em futuros passatempos.

    David Monteiro
    Montes e Vales

  3. Bom dia,

    É de facto no Rossio, mas como se chama?

    A estátua que aparece na fotografia pertence a um bebedouro localizado no Rossio, em Lisboa e é conhecido por vários nomes: Fonte dos Anjinhos, Fonte Wallace, …

    Sobre o dito bebedouro pode-se ler:
    “Outro tipo de bebedouro que apareceu em Lisboa na segunda metade do século XIX era de origem francesa e tinhas características homólogas à famosa fonte francesa, a Fontaine Wallace, e era conhecida pela “Fonte dos Anjinhos”. Colocada na Praça D Pedro IV, foi produzida pela fundição Sommevoire, como consta na sua marca (Ilustração 127), e julgamos que a data da sua colocação terá sido posterior ao ano de 1882, por ocasião da transformação dos passeios laterais da praça, a 17 de Maio de 1882, onde era proposto para a parte central da Praça, uma nova distribuição para os candeeiros que ali se encontravam.”
    in http://www.tdx.cat/bitstream/10803/316775/1/SILVIA_BARRADAS_TESE.pdf

    Caso tenha alguma outra informação sobre o assunto que queira partilhar, pedimos que o faça.

    Entretanto, esperamos que tenha um excelente dia e, como sempre, contamos com a sua participação em futuros passatempos.

    David Monteiro
    Montes e Vales

  4. Bom dia,

    É de facto no Rossio, mas como se chama?

    A estátua que aparece na fotografia pertence a um bebedouro localizado no Rossio, em Lisboa e é conhecido por vários nomes: Fonte dos Anjinhos, Fonte Wallace, …

    Sobre o dito bebedouro pode-se ler:
    “Outro tipo de bebedouro que apareceu em Lisboa na segunda metade do século XIX era de origem francesa e tinhas características homólogas à famosa fonte francesa, a Fontaine Wallace, e era conhecida pela “Fonte dos Anjinhos”. Colocada na Praça D Pedro IV, foi produzida pela fundição Sommevoire, como consta na sua marca (Ilustração 127), e julgamos que a data da sua colocação terá sido posterior ao ano de 1882, por ocasião da transformação dos passeios laterais da praça, a 17 de Maio de 1882, onde era proposto para a parte central da Praça, uma nova distribuição para os candeeiros que ali se encontravam.”
    in http://www.tdx.cat/bitstream/10803/316775/1/SILVIA_BARRADAS_TESE.pdf

    Caso tenha alguma outra informação sobre o assunto que queira partilhar, pedimos que o faça.

    Entretanto, esperamos que tenha um excelente dia e, como sempre, contamos com a sua participação em futuros passatempos.

    David Monteiro
    Montes e Vales

  5. Bom dia,

    Parabéns, está certo 🙂 a estátua que aparece na fotografia pertence a um bebedouro localizado no Rossio, em Lisboa e é conhecido por vários nomes: Fonte dos Anjinhos, Fonte Wallace, …

    Não foi desactivada, foi dali retirada para manutenção mas já foi reposta no sítio.

    Sobre o dito bebedouro pode-se ler:
    “Outro tipo de bebedouro que apareceu em Lisboa na segunda metade do século XIX era de origem francesa e tinhas características homólogas à famosa fonte francesa, a Fontaine Wallace, e era conhecida pela “Fonte dos Anjinhos”. Colocada na Praça D Pedro IV, foi produzida pela fundição Sommevoire, como consta na sua marca (Ilustração 127), e julgamos que a data da sua colocação terá sido posterior ao ano de 1882, por ocasião da transformação dos passeios laterais da praça, a 17 de Maio de 1882, onde era proposto para a parte central da Praça, uma nova distribuição para os candeeiros que ali se encontravam.”
    in http://www.tdx.cat/bitstream/10803/316775/1/SILVIA_BARRADAS_TESE.pdf

    Caso tenha alguma outra informação sobre o assunto que queira partilhar, pedimos que o faça.

    Entretanto, esperamos que tenha um excelente dia e, como sempre, contamos com a sua participação em futuros passatempos.

    David Monteiro
    Montes e Vales

Discover more from Montes e Vales

Subscribe now to keep reading and get access to the full archive.

Continue reading